Tag Archive for dispositivo

Top 5

 

14 milhões de celulares vendidos no primeiro trimestre no Brasil

O IDC confirmou que o mercado brasileiro de telefones celulares atingiu a marca de 14,1 milhões de aparelhos vendidos no primeiro trimestre de 2013, o que significa um crescimento de 15% em relação ao mesmo período de 2012. O estudo indica que do total 5,4 milhões são smartphones e 8,7 milhões são feature phones. Sendo que o preço médio do smartphone passou de US$ 439 no primeiro trimestre de 2012, para US$ 384 no primeiro trimestre de 2013.

“O bom resultado alcançado no trimestre é atribuído a fatores como o aumento do mix de produtos por parte dos principais fabricantes que, atentos aos mercados emergentes, começaram a oferecer aparelhos voltados para diversos bolsos e necessidades, acelerando a competição entre eles e gerando uma redução de preço para o consumidor final”, explica Leonardo Munin, analista de mercado da IDC Brasil.”

Fonte: Proxxima

 

Google anuncia compra do app social de trânsito Waze

Agora é oficial. O Google acaba de confirmar, por meio de seu blog oficial, que fechou a compra do aplicativo social de trânsito Waze, bastante conhecido entre usuários de iPhone e aparelhos Android.

No entanto, a gigante de buscas não revelou o valor pago na transação. Rumores recentes davam conta de que o Waze só admitiria ser negociado por pelo menos 1 bilhão de dólares.

Atualmente, o Waze possui cerca de 28 milhões de usuários no mundo, sendo que no Brasil já são mais de 2 milhões de pessoas usando o serviço, de acordo com a empresa.

Fonte: IDGNow!

 

waze_reports

 

Área de TI vai criar 4,4 milhões de empregos até 2015

As áreas relacionadas à Tecnologia da Informação crescem vertiginosamente no mundo todo e criarão 4,4 milhões de empregos até 2015, segundo estimativa de Donald Feinberg, analista do instituto de pesquisas Gartner, em palestra no Ciab.

A maior parte das vagas, claro, será oferecida para profissionais aptos a trabalhar com Big Data, considerado por alguns o petróleo do futuro. A função trata de analisar dados desestruturados voltados a análises relevantes para vários setores da sociedade.

Apesar da grande oferta de trabalho, o analista prevê que apenas um terço das vagas será preenchida por causa da falta de mão de obra especializada. “O sistema educacional de todo o mundo tem falhado em formar profissionais capazes de trabalhar e desenvolver esses novos serviços requisitados pelas empresas”, contextualiza.

Fonte: Olhar Digital

 

Pesquisa aponta que 34% dos norte-americanos possuem tablet

Dados de um estudo feito pelo Pew Internet informa que mais de um terço dos adultos (34%) norte-americanos possuem um modelo de tablet. Este mercado vem ganhando cada vez mais força no decorrer dos últimos 3 anos.

O gráfico abaixo mostra como a participação de mercado cresceu no país, saindo de 3% em maio de 2010 para 34% em maio de 2013, obtendo um crescimento de 31% em 3 anos.

grafico_tablets_EUA

Fonte: Mobilexpert

 

Facebook deve faturar US$ 2 bi com publicidade móvel em 2013

A receita global gerada por publicidade móvel no Facebook deve atingir a marca de US$ 2 bilhões (cerca de R$ 4,28 bilhões) pela primeira vez este ano. Isso representa um aumento de mais de 300% em relação ao valor inferior a US$ 500 milhões (R$ 1 bi), obtido em 2012.

O número otimista faz parte da previsão da eMarketer, que pesquisou as receitas móveis de publicidade em grandes empresas de internet. A previsão se torna ainda mais impressionante se considerarmos que a rede social de Mark Zuckerberg sequer possuía receita móvel em 2011, já que introduziu esse tipo de anúncio em 2012.

(…)

Mesmo com esse expressivo crescimento, a receita de publicidade móvel do Facebook ainda é extremamente tímida perante o Google, que lidera o segmento e deve arrecadar US$ 8,85 bilhões (R$ 19 bi) com anúncios para celular apenas este ano — o equivalente a metade de toda a receita de publicidade móvel gerada em todo o planeta, enquanto só o Facebook deve ser responsável por 10% da receita global.

Fonte: Canal Tech

Computação vestível: Google Glass e os óculos do futuro

Parte I 

Você já deve ter ouvido falar do Google Glass, os óculos desenvolvidos pela Google, que podem ser uma mudança de paradigma ao trazer a popularização dos “computadores de vestir”. Além do Glass, muitos outros dispositivos, inclusive outros tipos de óculos, têm sido anunciados como seus concorrentes. Entretanto, veremos neste e em próximos posts como cada um deles funciona e entenderemos o seu objetivo (pelo menos o inicial). As funções são muito diferentes e, como uma nova forma de tecnologia, percebe-se que muitos deles ainda estão com as possibilidades de utilidade em aberto.

>> Se você quer saber mais sobre a história da realidade aumentada móvel não deixe de conferir nossa série de posts sobre o tema aqui.

 

Google Glass (empresa: Google)

O Google Glass é um acessório que consiste em um computador pessoal para ser usado como um óculos. Conta com uma pequena tela posicionada sobre um dos olhos na qual serão projetadas diversas informações de acordo com comandos do usuário. O aparelho vem com câmera e se conecta à internet via wi-fi, mas ainda não é um telefone, e precisa de um smartphone conectado via bluetooth. O usuário pode perguntar sobre o clima, direções, tirar uma foto, compartilhar as informações que está vendo via foto ou vídeo, entre muitas outras funções ainda a serem desenvolvidas.

 

google-glass-info

 

 

No momento, um ano após o anúncio da ideia do produto, ele está nas mãos dos desenvolvedores que buscam cada vez mais criar utilidades e funções inteligentes para dar um sentido real para o seu uso. No vídeo de apresentação dos óculos futuristas, vemos a sugestão do uso do dispositivo em situações em que precisamos estar com as mãos livres, justificando o uso do gadget. Mas, aparentemente, isto é só o início.

 


Download Video with Vixy.net | YouTube to MP3

 

Alguns desenvolvedores e interessados que se inscreveram (e pagaram) para receber o Glass já estão testando o aparelho e experimentando a sua usabilidade e funções disponíveis. Enquanto isso, o mercado de aplicativos se movimenta para não perder a oportunidade e oferecer rapidamente sua versão para Glass.

Recentemente, foi anunciado o desenvolvimento de aplicativos de grandes empresas em versão para Glass, dentre eles: Facebook, CNN, Twitter, Evernote, Revista Elle, além dos muitos serviços Google. Obviamente, é um dispositivo focado nos usuários google, aproveitando as funcionalidades do Google+, como o Hangout, por exemplo.

Rumores alertam que o lançamento do Google Glass para público final pode ser ainda este ano e, como toda novo gadget que se preze não será lançado a preços populares. A princípio, o dispositivo será para poucos eleitos.

> E você? Usaria algo como o Glass? Deixe sua opinião nos comentários.

 

Recon Jet (empresa: Recon)

O Recon Jet é um modelo de óculos mais similar ao Google Glass, mas com uma estrutura mais robusta. O aparelho conta com carcaça resistente, processador dual core, WiFi, GPS, Bluetooth, sensores como acelerômetro, giroscópio, termômetro, entre outros.

O gadget foi feito para resistir a condições climáticas adversas como chuva, neve, granizo e sol forte. No vídeo-conceito apresentado pela empresa Recon, o aparelho aparece sendo usado em atividades específicas como na prática de esportes, uso médico, em salvamentos efetuados por um bombeiro etc.

No entanto, são apenas atividades sugeridas, porque as aplicações ainda estão em desenvolvimento. A empresa está totalmente aberta a novas criações de desenvolvedores que podem sugerir aplicações para a plataforma, que se baseia em Android. O lançamento está previsto ainda para 2013.

 

Smart Glasses M100 (empresa: Vuzix)

O óculos M100 da Vuzix é mais um display hands-free para smartphones do que um óculos de realidade aumentada porque a tela não se apresenta de forma transparente de forma que integre o conteúdo à realidade. Ele acessa as informações do smartphone e a internet, rodando em android. Não fica claro se o usuário poderá executar ações pelo display como no Google Glass ou se ele poderá apenas ter acesso às informações que aparecem no celular.

Foi projetado para ser vestido de várias formas, em qualquer um dos olhos, com o suporte de que pode ser utilizado sobre a orelha, sobre a cabeça ou atrás dela. A tela que ficará em frente ao olho é 16:19, WQVGA, full color. O dispositivo pode efetuar download de aplicativos para Android e pode se conectar a aplicativos Android e iOs via bluetooth e wi-fi.

A funcionalidade mais conectada com o conceito de realidade aumentada fica com o GPS integrado e a capacidade de identificar, através de rastreamento da cabeça, onde o usuário está e para onde ele está olhando. Isto permitiria a interação com o ambiente e objetos próximos. Além disso, o aparelho conta com câmera e permite a captura de fotos e vídeos.

Embora o dispositivo tenha sido apresentado e saído premiado da CES (Consumer Eletronics Show) deste ano, ainda não foi lançado para o mercado.

Confira no site da Vuzix as especificações e seus outros modelos de óculos desenvolvidos pela empresa focados em realidade aumentada.

 

Smart-Glasses-M100

 

Apresentamos aqui algumas opções que estão próximas da comercialização para público final. Existem outros óculos ainda em estágio inicial de desenvolvimento e outras empresas, como a Sony e a Microsoft, que já garantiram suas patentes similares.

Na parte II deste especial, vamos falar um pouco sobre outros óculos que estão agitando o mercado. Não perca!

Top 5

 

Pioneer anuncia o primeiro GPS com RA com Head-up Display (em Inglês)

A Pioneer anunciou para o Japão o lançamento do primeiro GPS com Realidade Aumentada que projeta indicações no para-brisa. O Cyber Navi da Pioneer somado ao head-up display da MicroVision mostram as direções no trânsito e informações sobre o caminho diretamente sobre a via. Assim, o motorista não precisa ficar desviando a atenção do tráfego ao olhar para a tela ao lado. Se o motorista precisar olhar para o LCD e o carro contar com câmera frontal, ele receberá ainda mais informações detalhadas sobre a rota e um sistema de aviso sobre limites de velocidade. O aparelho será comercializado já com DVD, entrada para iPhone/iPod e TV com tecnologia 1Seg. Quem quiser o “brinquedinho” terá de desembolsar pelo menos U$ 3.700. Veja o vídeo abaixo:

 


Download Video with Vixy.net | YouTube to MP3

 

Projeto de cérebro artificial reconhece objetos via internet

Um “cérebro artificial” chamado SOINN que é capaz de realizar novas tarefas utilizando a Internet está sendo desenvolvindo por pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Tóquio. A aprendizagem da máquina se dá por algoritmos. Um objeto qualquer é mostrado para o “cérebro”, como uma chave, por exemplo, e lhe é ensinado o que é. O programa busca através da palavra outras imagens parecidas na internet e vai memorizando as características em comum. Então, quando outra chave for mostrada, ele poderá identificá-la como tal mesmo que não seja exatamente a mesma chave apresentada anteriormente. Saiba mais.

 robot

 

Brasil registra 102 milhões de internautas em abril

Segundo estudo da empresa de análise Navegg, do Buscapé Company, o Brasil ultrapassou pela primeira vez a marca de 100 milhões usuários únicos no país em apenas um mês. 102 milhões de usuários foram registrados em abril, contabilizando 56% de usuários do sexo masculino, 28% de usuários com idades entre 18 e 24 anos e 42% deles entre 25 e 24 anos. A classe predominante é a classe C com 55% dos internautas.

 

10 bilhões de aparelhos wireless conectados

Um novo estudo divulgado pela ABI research dá conta do uso de mais de 10 bilhões de aparelhos conectados na atualidade. O estudo prevê que este número irá triplicar, resultando em mais de 30 bilhões de dispositivos em 2020, no que será chamada de Internet of Everything. Tecnologias wireless de baixo consumo de energia, como sistemas para abrir uma porta sem chaves, por exemplo, serão responsáveis por essa nova tendência que ainda, segundo o estudo, está muito longe de alcançar o seu potencial pleno.

wireless

Tablets são os preferidos para presente de Dia das Mães

Neste dia das mães (12 de Maio), o presente mais desejado pelas mães da América Latina será o tablet. A pesquisa realizada pela OH! Panel para o MercadoLivre ouviu 1,3 mil mães na Colômbia, Uruguai, Venezuela e Brasil, com as brasileiras representando 71% das respondentes. 25% das entrevistadas disseram ser o tablet o presente ideal para o seu dia. No caso do Brasil, 40% delas preferem o dispositivo como presente. É o segundo ano seguido que o item fica em primeiro lugar na pesquisa.

 

Fonte: Engadget, Olhar Digital, IDGNOW!, TechCrunch, G1

paprika: melhorias para android

spiceyourandroid

 

Agora, seu smartphone estará ainda mais apimentado com a nova versão do paprika para o sistema android. Na versão 13.04, você poderá obter mais facilidade para acessar a action bar do aplicativo, entre outras melhorias. Veja abaixo:

Action bar inteligente

Versões recentes de Android não tem mais o botão de menu. Em seu lugar, apresentam a action bar, que é onde você pode acessar as funcionalidades do aplicativo como os Cenários e o Mapa. Pensada para se adaptar ao android 4.0, a nova action bar se posiciona horizontalmente no alto da tela e conta com a facilidade de poder ser escondida (hide) ou exibida (show). Para quem tem aparelhos com versões anteriores do sistema, estas funcionalidades continuam a ser acessadas pelo botão de menu.

→ Melhoria na performance

Alguns erros estavam impedindo o funcionamento contínuo do aplicativo. Agora, a navegação no paprika está mais estável e você vai sentir mais facilidade em achar o que procura.

→ Novo cenário Porto-Rio

Com a campanha Bizu no Porto, lançamos um novo cenário chamado Porto-Rio, mapeando cerca de 100 pontos na região portuária do Rio de Janeiro. Os pontos ressaltam a importância cultural e histórica dos arredores, além de mapear centros culturais, ateliês e estabelecimentos emblemáticos. Mas fique atento: o cenário só aparece se você estiver a até 5km de distância da região.

História da Realidade Aumentada Móvel

 

Parte VI 

A História da Realidade Aumentada Móvel chega aos anos 2000 em nosso especial e as aplicações estão se desenvolvendo rapidamente. Leia mais este capítulo e fique por dentro do caminho percorrido pela RA até os dias de hoje.

2000

Bruce Thomas e outros estudiosos do tema apresentaram o AR-Quake, uma extensão do popular jogo para desktop Quake. A aplicação em primeira pessoa AR-Quake é baseada num sistema de rastreamento de seis graus de liberdade usando GPS, bússola digital e rastreamento visual de marcadores fiduciais. Os usuários podiam vestir um sistema de computação numa mochila, um HMD (display de cabeça) e um dispositivo de input simples com dois botões. O jogo podia ser disputado em ambientes fechados ou abertos e os comandos de teclado e mouse para movimentos e ações eram executados por movimentos do usuário no ambiente real, usando o simples dispositivo de input.

ARQuake
Regenbrecht e Specht apresentaram também em 2000 o mPARD, um dispositivo de Realidade Aumentada passiva móvel, usando uma transmissão de vídeo wireless analógica para um computador servidor que ficou responsável pelo esforço computacional no lugar da plataforma de hardware móvel. Isto solucionava o problema do fornecimento de processamento para gráficos e cálculos para computadores vestíveis. Dois dispositivos foram apresentados e trabalhavam em conjunto, podendo ser usados tanto numa versão display portátil de realidade aumentada ou numa versão vestível usando uma câmera móvel externa e um display de cabeça. O sistema podia operar em ambientes abertos de até 300 metros e fechados de até 30 m, com bateria de duração de no máximo 5 horas de operação ininterrupta.

Simon Julier, entre outros cientistas, apresentaram o BARS: Battlefield Augmented Reality System, Sistema de Realidade Aumentada de Campo de Guerra. O sistema consiste em um computador vestível, um sistema de rede wireless e um display de cabeça modo see-through. O sistema foca em um cenário de guerra aumentado com informação adicional sobre a infraestrutura do ambiente, além de informações sobre ciladas do inimigo.

bars

E, finalmente, no mesmo ano, a Sharp lançou o primeiro celular comercial com câmera. O nome do modelo era J-SH04 e a câmera tinha resolução de 0,1 megapixel.

J-SH0401

 

Veja aqui as etapas anteriores na história:

- Parte I, Parte II, Parte III, Parte IV e Parte V.

 

 

Top 5

 

Realidade aumentada dá vida à Street Art

O artista Leon Keer trabalhou em muitas pinturas 3D pelas ruas do mundo nos últimos anos. Neste tempo, ele pensou numa saída para permitir que a obra tivesse mais impacto visual, visto que é preciso vê-la de um determinado ângulo. A solução encontrada por ele foi o uso de Realidade Aumentada e de novas tecnologias de reconhecimento de objeto. Confira o resultado na matéria.

 

StreetArt

 

Primeiro ‘smartphone braille’ está em desenvolvimento

Está em desenvolvimento o primeiro smartphone do mundo voltado para deficientes visuais. Responsável pelo projeto, o Centro de Incubação de Inovação e Empreendedorismo de IIM Ahmedabad, na Índia, criou um aparelho com um display que possui pequenos pontos em relevo que conseguem deformar a tela do aparelho, apresentando o conteúdo em Braille. Será possível ler SMSs, e-mails ou outro qualquer tipo de conteúdo escrito.

braille_fone

 

Ipad e tablets Android quase empatados em participação de mercado

As vendas de tablets no mundo chegaram à marca de 40,6 milhões de unidades. Em relatório da Strategy Analytics, os dispositivos iOS da Apple aparecem em primeiro lugar no mercado com 48% de participação. Entretanto, a disputa está acirrada com os dispositivos Android não muito atrás alcançando 43% do mercado global. Veja mais.

 

Pela 1ª vez, smartphones passam celulares comuns em vendas globais

O primeiro trimestre do ano trouxe novidades no mercado mundial de telefonia móvel. Pela primeira vez, o número de smartphones vendidos ultrapassou o de celulares comuns. Além disso, a Samsung aparece como líder em aparelhos entregues superando a soma dos outros quatro fabricantes principais.

ipad-iphone-apple

 

Redes sociais lideram uso entre smartphones no Brasil

De olho no crescimento do mercado mobile, o Ibope Media apresentou a solução Mobile Report, que vai analisar mensalmente o perfil do usuário de smartphone e seus hábitos. No primeiro relatório, chama atenção o fato de que Rede Social e Comunicadores aparecem como categoria mais acessada pelos usuários, com 78,8%. Além disso, 13% das pessoas declararam ter realizado alguma compra pelo celular.

 

Fonte: Mashable, TechTudo, Eweek, Olhar Digital, Exame.

Top 5

 

- Sony lança internet mais rápida do mundo no Japão (em Inglês)

A So-ner Entertainment ,uma provedora de serviços de internet da Sony no Japão, lançou um serviço de 2Gbps, declarado como o mais rápido do mundo para uso doméstico. Nesta segunda-feira, o serviço chamado “Nuro” chegou até casas, apartamentos e pequenos negócios em Tóquio e em seis distritos adjacentes via fibra ótica. Nuro custará aproximadamente 51 dólares por mês num contrato de dois anos, mais uma taxa de instalação de aproximadamente 530 dólares, que pode sair de graça se o usuário se inscrever online. A velocidade de upload é de 1Gbps.

 

- Fujitsu desenvolve tecnologia que transforma papel em touchscreen (em Inglês)

Os Laboratórios Fujitsu desenvolveram uma nova geração de interface com o usuário que pode detectar de forma precisa os dedos do usuário e qual informação eles estão tocando, criando um sistema interativo como uma tela touchscreen a partir de objetos no mundo real. Usando esta tecnologia, a informação pode ser importada de um documento como dados, selecionando as partes desejadas com os dedos. Esta tecnologia registra a forma de objetos no mundo real e automaticamente ajusta as coordenadas para a câmera, o projetor e o mundo real, e poderá ser usada não apenas em superfícies planas mas também em superfícies curvadas como páginas de um livro. Veja a matéria e o vídeo.

 

Cientistas criam chips do tamanho de um grão de areia

O centro de Pesquisa de Palo Alto da Xerox (PARC) com investimento da Darpa (Pentágono) criou os chiplets, que são pequenos chips produzidos em impressoras a laser. Os pequenos dispositivos podem ser usados para transformar qualquer objeto em uma espécie de computador.

 

chiplets

 

- 1 milhão de celulares habilitados no Brasil em Março

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou na terça-feira (16) números que dão conta de mais de 1,01 milhão de novas habilitações no Brasil apenas no mês de Março. Houve crescimento de 0,38% na base de assinantes em relação a Fevereiro, com o país alcançando 264,05 milhões de acessos móveis no mês passado.

 

- Twitter lança aplicativo de música para iOS e web

O Twitter lançou nesta quinta-feira (18) seu novo aplicativo de música. Chamado de “Twitter #Music”, o app está disponível apenas para iOS e web e restrito para: Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Irlanda, Austrália e Nova Zelândia. O usuário receberá sugestão de artistas e faixas musicais de acordo com o engajamento e comportamento dos usuários da rede de microblog.

twiiter_music

 

Fonte: ComputerWorld, DigInfo, Info, Agência Brasil e Olhar Digital.

 

 

 

 

 

Atenção: seu aplicativo paprika tem novidades. Descubra quais são!

Como o objetivo da eyllo é sempre melhorar seus serviços para fornecer ao usuário uma experiência cada vez mais completa com o aplicativo de realidade aumentada, o paprika, estamos colocando à disposição dos donos de smartphones Android a nova versão do app.

Cenário do Foursquare visualizado no mapa.

Cenário do Foursquare visualizado no mapa.

Agora, além da visualização dos pontos de interesse nos cenários, você também poderá vê-los no mapa, bem como identificar a sua localização exata em relação a eles. Saiba agora o que há de novo no seu paprika:

-> Novo mapa com geotags:
Ao acionar o seu app, você deverá escolher um cenário. Ao fazer isto, as informações do que está ao seu redor irão aparecer na tela, como sempre. Você poderá escolher o raio de alcance e girar seu celular para encontrar os geotags que o visor indica. Porém, você poderá, agora, ver esta localização física no mapa. Após escolher o cenário, volte para o menu e clique na opção ‘MAPA’. Automaticamente, as informações do cenário escolhido previamente irão carregar, mostrando os locais de origem. Assim, caso você tenha encontrado algo interessante no cenário de realidade aumentada, poderá localizá-lo no mapa.
Nota: ao contrário de carregar o cenário em realidade aumentada, na primeira opção do menu, em que você ‘enxerga’ os geotags na medida em que aponta na direção deles, no mapa você vê a localização. Ou seja, os pontos marcados não irão sair do lugar conforme você gire o seu celular.

Novo mapa disponível no paprika.

Novo mapa disponível no paprika.

-> Localização:
Outra novidade bacana é que agora você pode escolher o idioma, entre inglês e português (brasileiro). Na verdade, o app agora vai reconhecer a língua que você usa no seu aparelho. Por que isso? Bem, porque muita gente que curte tecnologia, como os nossos desenvolvedores, está acostumada a utilizar esses gadgets e apps em inglês. Daí, para atender a todos os públicos, habilitamos esta opção.

-> Alerta de conexão:
Ah, agora quando você ativar o seu paprika e sua internet não estiver ativa (seja seu pacote de dados ou wi-fi), o app vai avisar se a função estiver desligada tão logo você tente carregar um cenário.

-> Correção de erros:
Como toda boa atualização, corrigimos aqueles probleminhas que impedem o melhor funcionamento do app e tiram nosso sono. Muitos deles você nem vê, mas nós sabemos que eles existem e tratamos de resolvê-los. Contudo, se o seu app apresentar algum problema, não deixe de reportá-lo na solicitação de relatório que será enviada ao seu aparelho para que possamos cuidar disso o mais rapidamente possível.

-> Modernizando a recepção:
Como buscamos melhorar a experiência do app, infelizmente, tivemos que aumentar as exigências de suporte para ele. Por isso, esta nova versão não suporta mais telas pequenas de celulares ou smartphones. Outro detalhe para o qual você deverá ficar atento, já para a próxima atualização, é que esta é a última versão para Android 2.1. A próxima exigirá, ao menos, Android 2.2.

Já disponibilizamos esta nova versão no Google Play Store e, em breve, você receberá um alerta de atualização. Caso não tenha ainda e ficou curioso para ver como funciona este app de realidade aumentada e geolocalização, baixe agora.

O que achou das novidades? Alguma sugestão para a próxima atualização? Deixe seu comentário ou opinião aqui no blog da eyllo.

O antigo e o novo convivem bem na fusão dos livros com a realidade aumentada

Ainda que você não se considere um nerd, ou um entusiasta das inovações tecnológicas, é impossível não aceitar que estamos completamente inseridos e dependentes delas. No trabalho, usamos computadores e ai de nós se tudo apaga no meio da produção de um documento importante! Ou o celular fica sem bateria, ou se, simplesmente, acaba a luz. Pense só em como você fica.

Então, mesmo que o seu consumo de aplicativos e dispositivos não seja algo compulsivo, a tecnologia te cerca, queira você ou não. O mais recente ambiente ‘invadido’, digamos assim, pela técnica da realidade aumenta é o tradicional livro.

Como você já deve ter lido, a Sony lançou no início deste mês, na sua conferência na E3 2012, o Wonder book, que se utiliza da realidade aumentada para contar histórias educativas, com o primeiro livro da série sendo de autoria da escritora britânica J. K. Rowling, a ‘mãe’ do bruxinho Harry Potter.

Wonder book, da Sony/reprodução da matéria veiculada pela Networkworld.

Wonder book, da Sony/reprodução da matéria veiculada pela Networkworld.

Mas, a Sony não é a única a pensar nesta possibilidade de ampliar a experiência da leitura, que para alguns – que puderam manipular o livro – ainda tem que melhorar muito, as próprias empresas do ramo literário já vislumbram este avanço.

A editora Penguin Books, por exemplo, já anunciou que vai dar vida a clássico da literatura, que sejam de domínio público, usando a realidade aumentada. Inicialmente, será feita uma seleção das cem principais obras da língua inglesa. O primeiro livro a ganhar esta ‘vida’ deverá ser ‘Moby Dick’, de Herman Melville. Este, porém, é apenas o primeiro projeto grandioso de uma editora. É muito provável que iniciativas iguais tornem-se cada vez mais comuns com o passar o tempo, alterando completamente a sua relação com a leitura.

Aos poucos, portanto, o tradicional e o novo se fundem, sem que um precise deixar de existir para que o outro apareça. Essa integração é mais um dos charmes e das utilidades da realidade aumentada.

Então, aproveitando que hoje é sexta-feira, pegue um bom livro para ler e imagine como seria se ele já possuísse essa técnica. Aliás, qual livro você gostaria de ler com realidade aumentada? Divida com a eyllo sua escolha.

Realidade aumentada no esporte, no seu ídolo e também nas prateleiras!

Como você já sabe, a realidade aumentada faz parte do nosso dia a dia há muito tempo. Seja para o lazer, como sua aplicação nos filmes, ou para a produção de peças pesadas, como motores de avião; a cada momento surgem novas formas de aplicar essa tecnologia para facilitar e expandir a nossa vida (puxando brasa para a nossa sardinha, tá aí o Paprika que não nos deixa mentir! ;-)).

Um dos setores que mais se diverte com a aplicação da realidade aumentada é o do marketing, que cada vez mais a aplica em estratégicas comerciais para chamar a sua atenção. Já em 2010, por exemplo, a Portuguesa paulista colocou a venda um terceiro uniforme (todo preto) que, ao ser apontado para uma câmera do computador, conduzia o dono da camisa para um link promocional. Em 2010, também, a empresa responsável pelo marketing do Flamengo colocou no site do clube um código que permitia ao torcedor experimentar uma camisa virtualmente. Outras ações como essas estão se tornando mais do que comuns hoje em dia.

O Lyon, por exemplo, clube tradicional do futebol francês, lançou no mês passado, para a temporada 2012-2013, a sua terceira camisa que extrapola a tecnologia utilizada na camisa da Lusa, pois esta é toda em 3D. Basta colocar um óculos para ver os contornos que a Adidas deu ao uniforme.

No final do ano passado, as transmissões da ESPN do Campeonato Universitário de Futebol Americano, também exploravam o recurso, através do sistema GameView, onde era possível ao espectador até simular estratégias para uma jogada.

Mas, no quesito performance dos atletas, uma briga boa que promete vir por aí, na esteira do lançamento do Projeto Google Glass, é o produto que a Oakley está desenvolvendo há algum tempo. Com suporte no know-how dos óculos produzidos com MP3 integrado, o objetivo da empresa, que também pode ter aplicação militar, é criar um dispositivo que aprimore o rendimento e ajude no treinamento de atletas de alta performance, bem como de praticantes regulares de atividades físicas. Já imaginou, arremessar uma bola para a cesta e ser informado pelos óculos sobre a trajetória e a força aplicada ao lançamento? Ou receber os mesmos dados para treinar chutes e cobranças de falta?

Este tipo de dispositivo propõe trazer para o usuário, em tempo real, estatísticas e informações de sua performance, melhorando sobremaneira o desempenho atlético e possibilitando novas estratégias de treinamento. Os óculos da Oakley, como dito, ainda estão em desenvolvimento e não têm previsão de lançamento. Talvez isso ainda não seja usado como recurso de treino para as Olimpíadas de Londres, que começam em julho, mas quem sabe para os Jogos Olímpicos do Brasil, em 2016, não seja mais uma novidade?

Tudo isso parece incrível, não? Contudo é uma realidade que está cada vez mais próxima de nós. E olha que a gente nem precisa aumentar nada nessas notícias!

Você acredita que a realidade aumentada pode ajudar a melhorar a performance dos atletas? Qual dispositivo de realidade aumentada você criaria para aplicar no esporte? Nós da eyllo queremos saber sua opinião!