O antigo e o novo convivem bem na fusão dos livros com a realidade aumentada

Ainda que você não se considere um nerd, ou um entusiasta das inovações tecnológicas, é impossível não aceitar que estamos completamente inseridos e dependentes delas. No trabalho, usamos computadores e ai de nós se tudo apaga no meio da produção de um documento importante! Ou o celular fica sem bateria, ou se, simplesmente, acaba a luz. Pense só em como você fica.

Então, mesmo que o seu consumo de aplicativos e dispositivos não seja algo compulsivo, a tecnologia te cerca, queira você ou não. O mais recente ambiente ‘invadido’, digamos assim, pela técnica da realidade aumenta é o tradicional livro.

Como você já deve ter lido, a Sony lançou no início deste mês, na sua conferência na E3 2012, o Wonder book, que se utiliza da realidade aumentada para contar histórias educativas, com o primeiro livro da série sendo de autoria da escritora britânica J. K. Rowling, a ‘mãe’ do bruxinho Harry Potter.

Wonder book, da Sony/reprodução da matéria veiculada pela Networkworld.

Wonder book, da Sony/reprodução da matéria veiculada pela Networkworld.

Mas, a Sony não é a única a pensar nesta possibilidade de ampliar a experiência da leitura, que para alguns – que puderam manipular o livro – ainda tem que melhorar muito, as próprias empresas do ramo literário já vislumbram este avanço.

A editora Penguin Books, por exemplo, já anunciou que vai dar vida a clássico da literatura, que sejam de domínio público, usando a realidade aumentada. Inicialmente, será feita uma seleção das cem principais obras da língua inglesa. O primeiro livro a ganhar esta ‘vida’ deverá ser ‘Moby Dick’, de Herman Melville. Este, porém, é apenas o primeiro projeto grandioso de uma editora. É muito provável que iniciativas iguais tornem-se cada vez mais comuns com o passar o tempo, alterando completamente a sua relação com a leitura.

Aos poucos, portanto, o tradicional e o novo se fundem, sem que um precise deixar de existir para que o outro apareça. Essa integração é mais um dos charmes e das utilidades da realidade aumentada.

Então, aproveitando que hoje é sexta-feira, pegue um bom livro para ler e imagine como seria se ele já possuísse essa técnica. Aliás, qual livro você gostaria de ler com realidade aumentada? Divida com a eyllo sua escolha.

Comments are closed.