História da Realidade Aumentada Móvel

 

Parte V

Você vem acompanhando aqui no blog as etapas e descobertas pertencentes à História da Realidade Aumentada Móvel. Desta vez, vamos saber mais sobre o movimentado ano de 1999. Acompanhe-nos nesta viagem no tempo.

No ano de 1999, Hirokazu Kato e Mark Billinghurst lançaram o ARToolKit, uma biblioteca de posições com seis graus de liberdade, usando quadrados como marcador fiducial e reconhecimento via template. O rastreamento óptico do marcador permite o ajuste de posição para realizar a renderização do objeto virtual. O ARToolKit está disponível como open source em licença GPL e é muito popular entre os desenvolvedores de Realidade Aumentada. (Veja aqui também o estudo dos autores sobre uma vídeo-conferência em realidade aumentada.)

artoolkit

Tobias Höllerer e outros estudiosos desenvolveram um sistema de RA móvel que permitia ao usuário visitar o site de uma notícia no lugar em que o fato noticiado aconteceu e receber um tour guiado no campus da Universidade de Columbia, que sobrepunha imagens de prédios antigos sobre os atuais. Este foi o primeiro sistema de RA móvel a usar GPS RTK e um rastreador inercial-magnético para orientação. O projeto que se chamou Documentários Situados, possibilitou que visitantes da Universidade de Columbia experimentassem novamente a greve de protesto dos alunos de 1968 e outros eventos históricos, como uma viagem no tempo.

No mesmo ano, Höllerer e outros especialistas apresentaram um sistema de RA móvel (MARS) que incluía interfaces indoor como desktop, RA tabletop e head-worn vídeo display para a interação com um usuário outdoor. Enquanto o usuário outdoor experimentava uma visão multimídia espacial em primeira pessoa por um display de cabeça, o usuário indoor podia ter uma visão da cena outdoor.

imagem_99_Mars_outdoor_indoor

Nesta mesma época, Jim Spohrer publicou o conceito de Worldboard, uma infraestrutura escalável para dar suporte a aplicações móveis que vão desde serviços low-end baseados em localização geográfica, até RA móvel high-end. Em seu texto, Spohrer também colaborou com estudos sobre aplicações para a RA móvel e suas implicações sociais.

Foi em 1999 que foi lançado o primeiro telefone GSM com um GPS incluído, o Esc! NT2002 Benephon. Com tela em preto e branco e resolução de 100×160 pixels, o telefone efetuava downloads de mapas sob demanda. E também incluía um buscador de amigos que compartilhava as posições de GPS com outros telefones Esc! através de SMS.
esc_benephon

E, finalmente, para terminar em grande estilo esta etapa da história de muitos avanços para a RA, o protocolo de rede wireless 802.11a/802.11b, conhecido como Wifi, foi criado.

Acesse as Parte I, Parte II, Parte III e Parte IV para saber os fatos anteriores na História da RA Móvel. Não perca nossos posts quinzenais e acompanhe esta história de perto!

 

 

Comments are closed.